Copa
Davis

wtawimbledonus openatpitfroland garrosheadwilsonnikeadidas

Paulista usa frustração de ausência nos playoffs do Grupo Mundial para construir sequência sólida no ano

 

Se Thomaz Bellucci emplacou uma sequência de bons resultados no segundo semestre, depois de ajudar o País na Copa Davis, e retornou ao top 50, João Souza, o Feijão, não fez por menos. O número 2 do Brasil aproveitou como pôde a maré, mesmo após ser preterido na equipe nacional para a Copa Davis. Com desempenho satisfatório em Challengers, ele conquistou novamente um lugar entre os 100 melhores do mundo (está em 92.° nessa semana). O caminho para a evolução se construiu na aposta de um psicológico mais aguçado para superar percalços e desafios, como a própria ausência no confronto diante da Espanha válido pelos Play-offs do Grupo Mundial, em setembro.

Em entrevista ao Estado, o paulista de 26 anos diz que sua meta para 2015 vai além de um lugar no top 100 (ele já foi 84.° em setembro de 2011). Uma sequência de torneios de primeira linha é almejada para o começo do ano, incluindo a segunda participação na chave principal do Australian Open, para que se consolide de vez como segundo principal nome do País. A Copa Davis ficou para trás, sem ressentimentos, mas com certa mágoa, ou incerteza para compor o grupo que enfrenta a Argentina pelo Grupo Mundial na próxima temporada. "Se o capitão (João Zwetsch) me chamar, estarei de coração aberto para defender o Brasil”, garante o paulista natural de Mogi das Cruzes.

fonte: O Estado de São Paulo

Placares ao vivo e resultados

Powered by: Livescore.in

Notícias

Feijão mira ATPs e quer chance na Copa Davis em 2015

Fevereiro 01, 2015

Paulista usa frustração de ausência nos playoffs do Grupo Mundial para construir sequência sólida no ano

Twitter

Fev 01
RT @CopaDavis: De los 16 aspirantes al título de #CopaDavis, 6 de ellos nunca han levantado el trofeo http://t.co/QA2bmPJpad http://t.co/pT
Fev 01
Brasil enfrentará Argentina fora de casa na Copa Davis de 2015 http://t.co/Kgg51D16N7